Emili Turú - La Valla: casa de la luz

Emili Turú
Superior general



 

FMSI

Conectarse

Hermanos maristas

RSS YouTube FaceBook Twitter

 

Foto de hoy

Argentina: Primera profesión del H. Víctor Andrés, del Uruguay, en Mar del Plata

Hermanos maristas - Archivo de fotos

Archivo de fotos

 

Últimas novedades

Archivo de novedades

 

Calendario marista

27 julio

Santos: Natalia, Juliana, Aurelio
1909: el H. Licarión es asesinado en Barcelona
1958: fundación marista en la República Centroafricana

Calendario marista - julio

Hermanos fallecidos

 
2010 | 2011 | 2012 | 2013 | 2014 | 2015 | 2016 | 2017

H. Antônio Cecchin

 Fecha de la muerte: 16/11/2016
Lugar: Brasil, Porto Alegre
Provincia: Brasil Sul-Amazônia
Edad: 89FMS
Leer el documento enviado por la Provincia


Faleceu no dia 16 de novembro, no Hospital São Lucas da PUCRS, aos 89 anos, o Irmão Antônio Cecchin. Vítima de falência múltipla de órgãos, o Irmão estava internado para o tratamento de uma fratura na bacia.

O Irmão tinha 73 anos de Vida Religiosa Marista e era reconhecido pelo seu expressivo engajamento social e político, sobretudo a movimentos ligados à ecologia. O velório será realizado hoje, a partir das 14h, na Capela da Casa São José, em Viamão, onde, às 17h30min, haverá Missa de corpo presente, seguida de sepultamento, no Cemitério Marista de Viamão.

Natural de Santa Maria, o Irmão ingressou na congregação em 1937, na Capital, onde também realizou seus primeiros votos religiosos, em 1944. Conhecido como um profeta da ecologia, ele ajudou a fundar inúmeros grupos ligados à ação pastoral e ecológica. Era formado em Letras Clássicas e em Ciências Jurídicas e Sociais. Recentemente, em uma entrevista para o Instituto Humanitas Unisinos, citou que "Deus só tem um lado, o dos pobres".

Foi militante de movimentos sociais, organizou catadores de lixo e cooperativas de reciclagem e fundou diversos organismos, como a Comissão Pastoral da Terra do Rio Grande do Sul (CPT-RS), a Pastoral da Ecologia, a ONG Caminho das Águas e o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST). Foi também o criador da Romaria da Terra e da Romaria das Águas. Nos últimos anos desenvolveu atividades pastorais nas periferias da região metropolitana de Porto Alegre, foi assessor de Comunidades Eclesiais de Base, de catadores e de recicladores, e coordenou o Comitê Sepé Tiaraju e a Pastoral da Ecologia do Regional Sul III da CNBB. Foi autor de muitos artigos e escreveu o livro Empoderamento Popular: Uma pedagogia de libertação (Porto Alegre: Estef, 2010). Sobre ele foram publicadas as obras Profeta da Ecologia, Memória para o Futuro (do Frei Luis Carlos Susin), e Irmão dos Pobres (do Frei Pilato Pereira).

Leia Entrevista especial (IHU On-Line) com Antônio Cechin: Fichas catequéticas, a prisão e a tortura. 

Sul21: Aos 89 anos, morre o Irmão Antônio Cechin, o profeta dos catadores

Leonardo Boff: O Irmão Antônio Cechin é uma referência no Brasil, especialmente n Rio Grande do Sul e em Porto Alegre.