Inicio > Biblioteca > Libros recibidos > Irene Elias Simões • Angelo Alberto Diniz Ricordi José André de Azevedo (Coordenadores)

 

 


 



 


Emili Turú - La Valla: casa de la luz

Emili Turú
Superior general



 

FMSI

Conectarse

Hermanos maristas

RSS YouTube FaceBook Twitter

 

Foto de hoy

España: Preparación Campamentos | Maristas Compostela

Hermanos maristas - Archivo de fotos

Archivo de fotos

 

Últimas novedades

Archivo de novedades

 

Calendario marista

28 junio

Santos: Ireneo, Benigno, Léon
1882: muere el P. Matricon, auxiliar del P. Champagnat y capellán de los hermanos durante 47 años
1982: clausura en Madrid del proceso diocesano relativo al martirio del H. Guzmán y 41 compañeros mártires

Calendario marista - junio

A Misericórdia e os Maristas de Champagnat

 

A Misericórdia e os Maristas de Champagnat
Autor: Irene Elias Simões • Angelo Alberto Diniz Ricordi José André de Azevedo (Coordenadores)

Archivos: 2016 | 2015 | 2014 | 2013 | 2012 | 2011 | 2010 | 2009 | 2008 | 2007 | 2006 | 2005

Brasil - Curitiba - 2015

A obra busca retratar “a história da nossa espiritualidade, marcada por paixão e misericórdia: paixão por Deus e misericórdia pelas pessoas”, cf. doc. “Água da Rocha, 1”. Nossa espiritualidade é fruto de um projeto de Igreja e é nele que se inscreve o projeto marista de uma Igreja de Rosto Mariano na mais autêntica recepção do Concílio Vaticano II: uma Igreja serva e mãe. E, sem dúvida, projeto de Igreja deveras preconizado pelo Papa Francisco. Todos somos chamados a viver o Ano Jubilar da Misericórdia / 2016 rumo ao encontro com Jesus, o rosto da Misericórdia do Pai. “Há momentos em que somos chamados, de maneira ainda mais intensa, a fixar o olhar na misericórdia para nos tornarmos nós mesmos sinal eficaz do agir do Pai”, cf. Papa Francisco, in Misericordiae Vultus, 3. Esse é também o kairós dos Maristas de Champagnat, que caminham com Maria a um “Novo Começo” – os 200 ANOS de FUNDAÇÃO do Instituto Marista (1817-2017). A obra traz em seu interior a Bula “Misericordiae Vultus”, alusiva à proclamação do jubileu extraordinário da misericórdia; a seguir apresenta uma chave de leitura do documento. Na sequência, “A Misericórdia na tradição Marista”; “A Misericórdia em Marcelino Champagnat”; “A Misericórdia nas Cartas de Marcelino Champagnat e, por fim, “A Misericórdia em alguns documentos Maristas”.

Bajar PDF - 2 MB