2020-04-28 BRAZIL

Paulino Ignácio Jacob

Paulino Ignácio JacobO Ir. Antonio Benedito de Oliveira, Provincial da Província Marista Brasil Centro-Sul, e o Ir. Pedro Wolter, Animador da Residência Marista São José, comunicam com pesar o falecimento do Ir. Paulino Ignácio Jacob, ocorrido na tarde de hoje, 28 de abril de 2020, no Hospital Marcelino Champagnat, em Curitiba, PR.

O Ir. Paulino tinha 87 anos de idade e 69 anos de Vida Religiosa Consagrada Marista.


Nascido no município de Rio das Pedras, SP, em 22 de agosto de 1932, era filho de José Jacob e de Catharina Defavari. Entrou no Centro de Formação, em Ribeirão Preto, SP, em  1944. Fez o Noviciado Marista em Mendes, RJ, e professou os Primeiros Votos no dia 20 de dezembro de 1950. Os Votos Perpétuos foram emitidos em Mendes, RJ, no dia 22 de dezembro de 1955.

É difícil e comprometedor definir uma pessoa, e mais comprometedor ainda é definir e qualificar a nós mesmos, pois sempre tocamos o mistério que é cada pessoa. Penso que somos, em muito, o que foi a nossa história pessoal de vida. A experiência de morte e perda de alguém querido e que amamos é sempre dolorida e deixa um vazio profundo no coração da gente. Mas assumida na fé e integrada na vida, nos humaniza, nos torna mais sensíveis aos outros.

O Ir. Paulino nasceu e cresceu num ambiente familiar muito religioso. Ele dizia que o espírito muito religioso dos pais e o amor deles à Igreja foram determinantes na sua opção vocacional. Dedicou anos ininterruptos da sua vida à Formação dos Irmãos, notadamente do Noviciado. Era versado na língua francesa, sempre ocupado com as traduções. Dotado de grande paixão pela música, pela liturgia, orações e celebrações bem preparadas, lá estava o saudoso Ir. Paulino no coro dando os acordes das Laudes, Vésperas, ofício das Leituras, Eucaristias, solenidades, etc. Por onde passou, procurou incutir a formação musical, sempre cultivando-a como um serviço e forma de colocar à disposição dos outros os dons que recebera gratuitamente de Deus. Realmente, uma “vida pela música”, traço visível da sua personalidade: calmo, bondoso e bem humorado na maneira de falar e de acolher as pessoas.

Esse querido Irmão foi Mestre de Noviços da minha turma, como de tantas outras. Era pessoa simples, sincera, sensível, às vezes tímido, responsável, preocupado, perspicaz, um religioso marista fiel, estudioso, entusiasta e forte no acompanhamento e orientação dos jovens formandos… Estou seguro de que ele deixou marcas profundas no ser, na maneira de viver, de olhar a vida, a vocação e a missão de um Irmão Marista.

Pela sua proximidade e interlocução com os jovens formandos, tinha intuição fina para apontar a coerência entre o ser, o agir e o viver. O determinante, dizia ele, é sempre o testemunho de vida: simples, humilde, sóbria e alegre; e que comporta desafios a serem superados e vencidos. Para ele a descoberta de um Amor Absoluto na vida, era sempre o encontro de uma pérola preciosa, pela qual vale a pena vender tudo o que se tem, para possuí- la, cf. disse Jesus.

Expressamos sentimentos de pesar à Comunidade Marista São José e a todos os seus familiares e amigos. Rezamos pelo seu descanso eterno, pela paz em Deus e que a luz perpetua o ilumine.

Nós o confiamos aos Sagrados Corações de Jesus e de Maria.

_______________________

Ir. Benê Oliveira, fms – Provincial

PREV

José Alcalde García...

NEXT

Jean-Paul Fortin...