23 de março de 2014 BOLíVIA

Continuar a caminhada na vida marista

No sábado, dia 8 de março do corrente ano, no Noviciado Interprovincial Marcelino Champagnat,de Cochabamba, Bolívia, ingressamos no noviciado Oscar Chávez (Bolívia) e Javier Villanea (Chile), ambos da Província de Santa Maria dos Andes.

Na celebração nos acompanharam os Irmãos da comunidade vizinha de Ticti Norte e o Conselho Provincial, que nos animaram em nossa decisão e celebraram conosco esse momento tão importante para nossas vidas como discípulos de Jesus e de Marcelino. 

Acolheu-nos ao noviciado o Irmão Raúl Shönfeld, Mestre de Noviços, valorizando nossa caminhada. A ele manifestamos o que desejamos da Igreja e da comunidade dos Irmãozinhos de Maria: continuar nosso caminho na vida marista, agora no noviciado, querendo ser discípulos na escuta da Palavra de Deus, como o foram Maria e nosso Pai Marcelino. Com isso se deu início à celebração da Palavra e, depois, da Eucaristia.

No momento da homilia, o Irmão Antonio Peralta, Provincial, nos deu calorosas boas-vindas ao Instituto e nos convidou a refletir sobre o Evangelho do 1º domingo da Quaresma (Mt. 4, 1-11), que relata a experiência de Jesus, tentado no deserto. Referiu-se ao deserto como experiência de amor fundante e também de dor. Convidou-nos a sair deste tempo de formação “com a saudade do deserto”, como Jesus, que apesar de sua intensa missão, deseja voltar à solidão e ao silêncio para orar e experimentar a intimidade e o amor de seu Pai. O deserto de nosso noviciado é espaço sagrado para escutar e experimentar a palavra do Pai: “Tu és meu Filho amado” e deixar que Ele modele em nós um coração de IRMÃOS. 

Depois das palavras do Ir. Antonio, o Ir. Saturnino nos entregou as Constituições, que recebemos com grande  desejo  de vivir o que elas encerram.

Finalizando a celebração, nos dirigimos a nossos Irmãos: Oscar enfatizou o desejo de viver um encontro a sós com Deus, mas ao mesmo tempo formando comunidade com Ele, encarnado nos Irmãos, aos quais pediu que o ajudem a viver essa relação.  E Javier se referiu à casa de La Valla, desejando viver uma experiência de intimidade com Deus e Marcelino, como naquela casa de 1800. Deu graças a Deus pelas pessoas que o acompanharam nesse tempo de busca. Encomendaram-se à companhia de nossa Boa Mãe. 

Agradecemos as fraternais boas-vindas da família marista e lhe rogamos que acompanhe com suas orações a nossa caminhada de Irmãozinhos.  Pedimos-lhe que reze por nossas famílias, especialmente por nossos pais, Oscar e Angela, Patrícia e Elgin. 

Na fotografia, da esquerda para a direita: Irs. Raúl Shönfeld, Oscar Chávez, Javier Villanea e Antonio Peralta.

ANTERIOR

II Assembleia Internacional da Missão Marist...

PRÓXIMO

Testemunho de Irmão Saul Placious...