24 de julho de 2013 CASA GERAL

Dez anos da Comissão de Patrimônio

Quando se reuniu na Casa geral na última semana de junho, a Comissão Internacional para o Patrimônio Espiritual Marista marcou o décimo aniversário de seus trabalhos para o Instituto. A Comissão foi inicialmente estabelecida pelo Conselho Geral passado, com o Irmão Pedro Herreros como Conselheiro responsável. Dois membros da Comissão original permanecem como membros da atual Comissão – Irmãos André Lanfrey (Coordenador) e Michael Green. Os outros membros da Comissão entre 2003 e 2011 foram: Irmãos Paul Sester, Aureliano Brambila, Ivo Strobino, Jaume Parès, Robert Teoh, e Henri Réocreux (Secretário). A Comissão reúne-se uma vez por ano, geralmente em junho, durante as sessões plenárias do Conselho Geral.

A nova Comissão, agora em seu segundo ano, é formada pela Sra. Heloisa Afonso de Almeida Sousa, e os Irmãos Demóstenes Calabria, Patricio Pino, Spiridion Ndanga e Michel Morel (Secretário). Também participou da última reunião o Irmão Antonio Martinez Estaún que está trabalhando em tempo integral no desenvolvimento do novo curso de pós-graduação em carisma marista e princípios educacionais na Pontifícia Universidade Católica em Curitiba. A Comissão agora trabalha sob a responsabilidade do secretariado “IrmãosHoje” onde o Irmão César Rojas é o secretário e os Irmãos Eugène Kabanguka, Ernesto Sanchez e Josep Maria Soteras são os Conselheiros Gerais.

Esteano, a Comissão do Patrimônio dedicou a maior parte de seu tempo para fazer uma análise crítica da primeira versão dos dois volumes da História do Bicentenário do Instituto, que está sendo escrita pelo Irmão André Lanfrey. Muitas horas de discussão foram dedicadas a esta tarefa, fornecendo ao Irmão André uma boa análise para ele continuar com os trabalhos sobre estes dois livros. Os Projetos revisados serão considerados na reunião do próximo ano, e a discussão continuará por e-mail no mesmo período. O objetivo é fazer com que estes volumes estejam publicados nas quatro línguas do Instituto até o final de 2016, para estar pronto para as celebrações do bicentenário.

Como acomissãofunciona como o comitê editorial para Cadernos Maristas foi reservado um período para a discussão do planejamento das próximasedições da revista. Continua-se com a prática de publicar uma edição por ano, nos quatro idiomas. A sessão de planejamento preocupou-se principalmente com o número 33, que será publicado em 2015 e dedicado ao tema dos leigos maristas.

Outrostemas para a Comissão incluíram:

* A proposta de um sistema de catalogação (desenvolvido pelos irmãos Patricio Pino e Aureliano Brambila) para os documentos sobre Patrimônio Marista, que será implementado em todo o Instituto, e a organização de uma biblioteca virtual a ser hospedada no site do Instituto.

* Os próximos volumes da FMS Studia, uma coleção de estudos maristas que já foram escritos, mas nunca publicados oficialmente.

* O novo curso de especialização em Carisma Marista e princípios educacionais que está sendo desenvolvido por uma equipe da PUCPR, com a ajuda do irmão Antonio Martinez Estaún, e para a qual dois membros da Comissão (Irmãos André Lanfrey e Michael Green) desenvolveram conteúdos.

*Um retiro que foi desenvolvido pelo Irmão Michael Green, com base nas notas de retiro do Irmão Francisco, nas cartas de Marcelino, e em outros documentos maristas. Este retiro não é sobre Marcelino, mas um retiro que podemos imaginar que Marcelino pregaria aos Irmãos hoje.

*A possibilidade de realização de um simpósio  internacional sobre vários temas da história e da espiritualidade Marista, no final de 2016 ou início de 2017, como uma das maneiras de marcar as celebrações do bicentenário.

* Os vários cursos, programas, iniciativas e projetos que estão em andamento em todo o mundo marista para promover o nosso patrimônio espiritual marista.

A Comissão comemorou seus dez anos de trabalho com uma missa especial, um jantar festivo, e enviou uma mensagem de agradecimento aos seus antigos membros, a outros Irmãos que ajudaram com apoio à pesquisa e a difusão do patrimônio espiritual ao longo da última década, e também ao Irmão Pedro Herreros que trabalhou para estabelecer e orientar a Comissão nos seus primeiros seis anos.

ANTERIOR

CHANGE: Apelos dos jovens ? Os quatro ramos m...

PRÓXIMO

Profissão Religiosa do Irmão Juan Bolaños ...