12 de fevereiro de 2024 GRéCIA

Escola Leonteios de Atenas comemora um século de existência

A instituição educativa marista “Leonteios de Atenas” celebra este ano o seu 100º aniversário, marcando um século de história. No dia 27 de janeiro realizou-se a noite de abertura das festividades do centenário da escola Leonteios, em Atenas. O evento teve como objetivo revalorizar a história do edifício, destacar os princípios e valores do trabalho educativo e, também, “agradecer” a quem o idealizou, a quem o construiu e lhe deu relevância, a quem se comprometeu com humildade, fé e amor ao serviço das crianças, a quem é o seu coração e a sua alma; aos irmãos.

Este aniversário remonta à construção e funcionamento do primeiro edifício do complexo escolar Patissia, em 1924. Esta abordagem parece fria e impessoal, à primeira vista. No entanto, estudando as páginas da história deste estabelecimento, observa-se que o segredo que lhe permitiu chegar aos 100 anos é a excepcional qualidade dos fatores que desempenharam um papel essencial na sua construção.

Estes edifícios não são paredes sem vida, espaços frios, portas rigorosamente fechadas para se isolar num trabalho educativo complacente. Pelo contrário, com o tempo, tornaram-se uma casa para uma família numerosa, um lar que cultiva valores e prepara personalidades para se abrirem e florescerem na sociedade.

Alguns depoimentos

“O edifício Leonteios em Atenas preserva, ao longo do tempo, as marcas da identidade e do espírito dos irmãos… O principal objetivo desta instituição é proporcionar um elevado nível de educação e formação adequada, para que as crianças se tornem bons cristãos e cidadãos virtuosos. E, durante séculos, esta constituiu uma missão indiscutível e fervorosa, que tem sua origem na visão do fundador da Congregação, São Marcelino Champagnat” (Christos Nakis, chefe de estabelecimento dos Leonteios de Atenas).

“Leonteios de Atenas oferece uma educação centrada na pessoa, com dedicação, com uma cultura de igualdade, ao mesmo tempo que enfatiza o diálogo e os sentimentos” (Sr. Kyriakos Pierrakakis, Ministro da Educação de nacionalidade grega e ex-aluno da escola).

“Um século na vida dos homens e das instituições constitui uma etapa, um marco. …Devemos a nossa gratidão a todos aqueles irmãos, professores e ex-alunos, que deram a esta escola o melhor de si, e fizeram do “Leonteios de Atenas” o que é hoje, e assim contribuíram para a sua reputação na sociedade grega” ( Ir. Georges Vidalis).

“Cristo quis que os Apóstolos estivessem unidos e se amassem. Ele quer a mesma coisa hoje: que os cristãos estejam unidos e se amem uns aos outros. No Leonteio de Atenas procuramos viver esta realidade, esta aproximação na verdade e no amor, para satisfazer o desejo de Cristo e de São Marcelino para com os seus irmãos e os seus colaboradores: ‘Amai-vos uns aos outros como Jesus Cristo vos amou… Esta é a desejo do meu coração ardente, neste último momento da minha vida’” (Ir. François Kritikos).

“A solidariedade é a principal prioridade da missão dos Irmãos Maristas e, graças a ela, é possível incutir nos alunos a cultura da empatia, da educação nos valores cristãos e maristas; bem como a contribuição tanto para a melhoria da realidade precária em que vivem alguns dos nossos concidadãos como para a construção de uma sociedade melhor” (Ir. Matéos Lévantinos).​

ANTERIOR

Assembleia de Líderes de Vida e Missão da P...

PRÓXIMO

Outras Vozes Maristas 37 e 38: Liderança / f...