22 de abril de 2013 CASA GERAL

II Assembleia Internacional da Missão Marista

Queridos Maristas de Champagnat. A celebração da primeira Assembleia Internacional da Missão Marista em 2007, com todo o processo realizado nas diferentes províncias e distritos, pode ser qualificado como acontecimento histórico, que foi a primeira vez que irmãos e leigos/as de todo o mundo se reuniram para refletir juntos, em igualdade de condições, acerca da missão do Instituto no presente e para o futuro, assim como sobre sua identidade.

 A experiência, embora vivida com intensidade diferente nas várias partes do mundo, foi apreciada globalmente como muito positiva. Tanto é verdade, que o XXI Capítulo geral não apenas reconheceu algumas considerações da Assembleia, como convidou explicitamente a “organizar outra Assembleia Internacional da Missão Marista, seguindo o espírito de Mendes”.

O Conselho geral, convencido de que a Assembleia pode ser novamente um instrumento muito eficaz a serviço da missão marista, convidou uma Comissão internacional para preparar o processo necessário para a celebração de uma nova Assembleia em 2014. Esta Comissão é composta por: Sra. Alice Miesnik, Estados Unidos; Sra. Mónica Linares, Cruz del Sur; Ir. Mark Omede, Nigéria; Sr. Frank Malloy, Austrália; Sr. Manuel Gómez Cid, Mediterrânea; Ir. Paul Bhatti, Ásia Austral; Ir. César Rojas, Secretariado dos Irmãos Hoje; Ir. Javier Espinosa, Secretariado dos Leigos; e Ir. João Carlos do Prado, Secretariado de Missão e coordenador da Comissão. Agradeço muito sinceramente o trabalho que todos estão realizando com grande criatividade e visível comprometimento com a vida e a missão maristas.

Na logotipo escolhido para esta II Assembleia, destacam-se grandes chamas de fogo. Muitos povos, em especial algumas culturas do continente africano, onde terá lugar a fase final da Assembleia, encontram-se em volta da fogueira para dialogar e celebrar a vida. Essa é a maravilhosa experiência que estamos chamados a reproduzir nos diferentes níveis de participação: local, provincial, internacional. Convocados para ficar ao redor da fogueira, que nos ilumina, aquece e fascina com seu mistério.

Emili

O fogo é também símbolo do espírito e nos recorda o acontecimento de Pentecostes. Creio que foi uma constatação unânime de todos os que participaram da Assembleia de que o autêntico protagonista desse processo foi o Espírito Santo, que se fez sentir com força e que levou seus participantes a descobrir, de maneira vivencial, novas dimensões da missão marista. Convido, pois, a todos os Maristas de Champagnat para que, desde já, envolvamo-nos ativamente neste novo processo internacional,  bem abertos à ação do Espirito, presente em nós.

Na expectativa do horizonte da celebração dos 200 anos da fundação do Instituto, o convite não poderia ser mais explícito: “Maristas novos em missão”. Esperamos que a caminhada que iniciamos agora juntos, todos os Maristas de Champagnat, permita-nos continuar explorando o significado profundo dessa chamada para a “novidade”, tão insistente em nosso último Capítulo geral.

Maria convocou a primeira comunidade cristã; também hoje, como “nova” mulher, Ela é nossa inspiração e nosso apoio em nosso compromisso para construir uma Igreja com rosto mariano. Juntos, pedimos a ela que abençoe o processo desta II Assembleia, para uma maior vitalidade do carisma marista.

Fraternalmente,
Ir. Emili Turú, Superior geral
Roma, 25 de março de 2013

Saiba mais sobre a Assembleia: www.champagnat.org/nairobi/

ANTERIOR

União Marista do Brasil - UMBRASIL...

PRÓXIMO

Tecnologia e diálogo...