Carta de Marcelino – 002

Marcellin Champagnat

1826-09

O padre Champagnat se fizera sócio do Padre Jean-Claude Courveille para a compra das propriedades de La Valla e de lHermitage.
Courveille retirou-se de lHermitage pouco depois do restabelecimento do Padre Champag-nat, em 1825. (cf. Vida do P. Champagnat, Edição do Bicent. Cap. XIV)
O Padre Champagnat viu-se na contingência de marcar um encontro com ele, para um acer-to de contas. Na resposta o próprio Courveille marcou o encontro para 4 ou 5 de outubro de 1825. Não convinha que a entrevista se desse em lHermitage, pois o Padre Terraillon não admitia sob ne-nhum pretexto ver de novo Courveille na própria casa onde fora protagonista de fatos lamentáveis.
Mais condescendente, o Padre Champagnat avisa que o Padre Terraillon já não está em lHermitage; portanto, aceitará receber Courveille em lHermitage, se os Senhores Vigários Gerais não se opuserem. É o que dá a entender o rascunho que ficou incompleto.
Depois, pensando melhor, Champagnat se lembra que tem uma viagem programada para Grenoble e que ele mesmo poderá ir ao encontro do destinatário.

Meu caro Padre Courveille,
Desejaria muito que você viesse aqui ou marcasse um lugar onde pudéssemos conversar. Não estando o Padre Terraillon em lHermitage, caso também os Senhores Vigários gerais não tenham proibido (que você apareça em l?Hermitage), eu não.
Como devo fazer uma viagem a Grenoble, a fim de ter uma entrevista com o senhor Bispo.

Edição: Marcelino Champagnat. Cartas - SIMAR, São Paulo, 1997

fonte: AFM,132.2

ANTERIOR

Carta de Marcelino - 282...

PRÓXIMO

Carta de Marcelino - 004...