Carta de Marcelino – 162

Marcellin Champagnat

1837-12-09


O Padre Champagnat manda o quadro estatístico da obra marista que está em franco desenvolvimento no Departamento do Loire e vizinhos. Ano após ano as escolas foram sendo fundadas a pedido dos párocos e prefeitos das cidades interessadas em ativar a instrução primária.
Na morte do Padre Champagnat, o Instituto contava 48 escolas, mais a casa de lHermitage e vários lugares de Missão na Oceânia.

Senhor Prefeito,
O sabido empenho que o sr. demonstra por tudo o que diz respeito ao bem da sociedade, o incentivo e o apoio que dá a todos os que desejam contribuir para isto, a bondade que lhe granjeou a simpatia de todos e que o torna tão querido no Departamento de que é a glória e felicidade, a benevolência com que nos honrou a nós que desejamos tanto lhe ser agradáveis, só podem inspirar-nos a confiança de que o senhor se dignará acolher favoravelmente o quadro estatístico de uma Sociedade que tem a ousadia de se ufanar de sua proteção e lhe suplica queira aceitá-lo como penhor de lealdade e expressão de agradecimento.
Respeitosamente, de V. Excia. o servo muito humilde e obediente,
Champagnat

Edição: Marcelino Champagnat. Cartas - SIMAR, São Paulo, 1997

fonte: Daprès la minute, AFM, RCLA 1, p. 73, nº 79

ANTERIOR

Carta de Marcelino - 160...

PRÓXIMO

Carta de Marcelino - 163...