Carta de Marcelino – 235

Marcellin Champagnat

1838-12

Na carta ao Irmão François, escrita de Paris aos 20 de junho de 1838 (cf. Carta no 196), o Padre Champagnat escreve: Estive há pouco na Instituição dos Surdos-Mudos. Pedi a inscrição de dois Irmãos naquela escola. Se me for concedida, o curso será inteiramente gratuito.
Com vistas a esta formação especial dos Irmãos para trabalharem com surdos-mudos, o Padre Champagnat se dirige ao Presidente da Administração da Escola e lhe pede que apóie o pedido de admissão de dois Irmãos nos cursos para a educação de surdos-mudos. Dá como razão do pedido a solicitação que lhe está fazendo a cidade de Saint-Etienne de mandar Irmãos para este gênero de apostolado.

Senhor Barão,
No momento em que estava esperando uma carta anunciando-me que tinha sido aceito meu pedido de admissão de dois Irmãos na escola dos surdos-mudos, recebi uma do senhor Diretor da mesma escola. Ele me pedia, da parte do Ministro, que o informasse se continuo com a intenção de mandar alguém se formar.
Solicitado pela cidade de Saint-Etienne que deseja ardentemente ver iniciada, dentro dela uma instituição tão proveitosa, decidi-me, senhor Barão, a vir solicitar de V. Excia. o favor muito especial de referendar meu pedido, tal como o senhor teve anteriormente a gentileza de me prometer.
O senhor conhece, melhor do que eu, todo o valor desta instituição de que lhe cabe grande mérito. A cidade de Saint-Etienne lhe ficará sumamente agradecida e, quanto a mim, não mais esquecerei sua benemerência para comigo e minha obra, que continuo a lhe recomendar.
Sou com todo o respeito…

Edição: Marcelino Champagnat. Cartas - SIMAR, São Paulo, 1997

fonte: Daprès la minute, AFM, RCLA 1, p. 117, nº 134

ANTERIOR

Carta de Marcelino - 230...

PRÓXIMO

Carta de Marcelino - 236...