9 de outubro de 2008 ITáLIA

Maristas e marianistas de língua espanhola e portuguesa

Mais uma vez, outros 21 Irmãos de terceira idade, procedentes de diversas Províncias de língua espanhola e portuguesa, com três marianistas, dois irmãos e um sacerdote, o qual serviu de capelão, reuniram-se em Manziana, Itália, para um curso de espiritualidade, de dois meses, destinado a Irmãos de terceira idade.

Durante dois meses, vivemos uma experiência comunitária e formativa que nos encheu de satisfação pessoal. Nestes dias vividos, em comunidade, revalorizamos como presente de Deus a nossa vida e nossa vocação marista. Considerada a trajetória de nossa vida, a partir da quota da maturidade, brotou, espontâneo, o canto de gratidão pelo caminho percorrido e ajudou-nos a olhar para o futuro com confiança e esperança.

Realizamos essa peregrinação interior com a ajuda de nossos superiores maiores e outros Irmãos que nos motivaram, durante esses dias com suas reflexões. Partilharam algumas horas conosco o Irmão Seán Sammon, SG e o Ir. Luis García Sobrado, VG e os Irmãos do Conselho geral: Pedro Herreros, Emili Turú e Maurice Berquet. Expuseram-nos a situação atual do Instituto, a partir de diferentes facetas. Agradecemos a atenção que nos dispensaram, o que fez com que nos sentíssemos valorizados. Os temas tratados pelos outros conferencistas, todos de primeira linha, agradaram de cheio aos participantes do curso; a eles nosso agradecimento e nossa recordação.

Fazemos uma menção muito especial da peregrinação aos lugares maristas. Foi uma experiência que nos tocou profundamente. Tudo fora previsto e muito bem preparado. O Ir. Alain Delorme desempenhou um papel importantíssimo como guia e mentor. Brindou-nos com excelentes explicações dos lugares em que Champagnat e os primeiros Irmãos exerceram seu apostolado. Interessante foi a descrição dos aspectos sociais e políticos da época. Tudo culminou com as maravilhosas palestras do último dia sobre São Marcelino, sobre os primeiros Irmãos e alguns testemunhos destes.

Agradecemos aos Irmãos das comunidades que visitamos as muitas atenções fraternas.
A avaliação do curso destacou a fraternidade vivida pelo grupo e manifestada pelos muitos gestos de carinho, ao longo dos dois meses. Aqueles que ainda não participaram de uma convivência assim, convidamo-los a fazer a experiência; verão que vale a pena. Ninguém se arrependerá.

ANTERIOR

Ano de Espiritualidade...

PRÓXIMO

V Encontro de fraternidades...