5 de julho de 2007 TAILâNDIA

Missão Ad Gentes.

A busca do Ir. Michael Flanigan para a escolha de locais para novas missões o leva a vários países e dioceses da Ásia. Uma de suas mais recentes viagens o trouxe a Ranong, na Tailândia, a pedido dos padres maristas, para ver a possibilidade de trabalhar diretamente com eles, ou muito próximo a eles, no ministério que desenvolvem com os refugiados do Burma.

Na missão em Ranong estão os padres John e Joel, respectivamente da Nova Zelândia e das Filipinas, além do seminarista marista Gil, das Filipinas, e dos voluntários maristas Ronald e Alice, que vêm das Filipinas e da Malásia.

Estes cinco maristas estão realizando um bom trabalho na cidade de Ranong, com um cuidado pastoral em muitos campos, como a assistência às vítimas da Aids, além da educação e de um trabalho social integrado.

Atualmente existem em funcionamento cinco escolas independentes, mantidas por professores burmenses, mas fundadas pelo serviço aos refugiados, dos jesuítas da Tailândia. Os maristas auxiliam na direção destas escolas, onde atualmente também lecionam inglês.

Existe muita tensão entre o povo tailandês e os burmenses, muitos destes são realmente pobres e somente recentemente foram estabelecidas normas para lhes garantir a educação. Desta maneira, estas escolas representam um começo do caminho para a educação das crianças burmenses. Ainda agora, que existe a possibilidade para os burmenses de freqüentarem as escolas tailandesas, muitos escolhem de não irem, por causa do estigma social que eles enfrentam. Uma outra dificuldade é a de manter os adolescentes burmenses na escola, porque cedo, aos 11 anos de idade, eles devem trabalhar para levar dinheiro à família.

Os padres maristas estão procurando uma possibilidade de expandir uma destas cinco escolas, que passaria a oferecer o curso colegial. Mas, esta é apenas uma das inúmeras possibilidades que nos estariam esperando na Tailândia, se este for um dos novos países escolhidos. O Ir. Michael visitou o bispo, dom Joseph Prathan Sridarunsil, SDB, que não apenas gostaria de acolher os irmãos maristas em Ranong para trabalhar com os padres maristas, mas também solicitou ao irmão de voltar a visitá-lo, para ver as inúmeras outras necessidades da diocese de Suratthani.

ANTERIOR

Combate ao Trabalho Infantil...

PRÓXIMO

O site marista maristfamilyspirituality.org...