12 de outubro de 2017 COLôMBIA

Quinta-feira, 12 de outubro

12 de outubro se celebra, no Brasil, os 300 anos da devoção a Nossa Senhora Aparecida e é dia também da padroeira da Espanha, Nossa Senhora do Pilar. A Boa Mãe acompanhando os trabalhos sobre as Constituições e os Estatutos…

As orações marianas marcaram o dia de hoje, começando com a oração da manhã e depois, no início da tarde, com o momento mariano e, no final do dia, com a celebração eucarística.

Logo no início da primeira sessão, o Ir. Ernesto Sánchez comunicou o falecimento do pai do Ir. Samuel Holguín, na Espanha. O Ir. Samuel, capitular, acompanhou sua família nesses últimos dias.

A parte da manhã foi toda dedicada ao trabalho sobre as constituições. Depois da leitura individual de ontem, hoje os capitulares se reuniram nas mesas onde foram sugeridas mudanças e eventuais novos artigos para o texto da Comissão de Revisão. Cada uma das 16 mesas tem um secretário. Eles se reuniram pela tarde e redigiram as primeiras propostas ao texto, que será votado na próxima semana. O trabalho continuará ainda amanhã.

 

Constituições: um texto oferecido pela Igreja

O carisma de Marcelino Champagnat é um dom oferecido à Igreja. Por isso, é ela que doa aos cristãos as Constituições, pedindo ajuda ao Instituto para elaborá-la. Portanto as propostas do Capítulo, aprovadas pelos capitulares com dois terços dos votos, serão enviadas à Santa Sé que as aprovará. O texto submetido ao Vaticano será em uma língua e somente após a sua aprovação se passará à fase das traduções nas outras línguas e, em seguida, à publicação do texto.

As constituições trazem consigo também os Estatutos. Esse é um texto próprio do Instituto, aprovado pela maioria simples dos capitulares, e não precisa da aprovação da Santa Sé. O mesmo acontece com a Regra de Vida, que o Capítulo decidiu ser um texto separado das Constituições, cujo conteúdo será definido na próxima semana.

 

Explorando “Novos Modelos”

Os capitulares pediram um espaço para tratar o tema do projeto Novos Modelos. Houve uma primeira conversa na segunda-feira e hoje novamente se voltou a conversar reunidos por unidades administrativas. Foram convidados a indicar pontos positivos, pontos que provocam dificuldades e as novas perspectivas oferecidas pelo projeto.

Em todos os pontos houve contribuições e considerações. Com alguns ajustes, se pensa que o projeto possa contribuir na construção de um corpo global como tem pensado o Capítulo.

 

Direitos das Crianças

Houve uma sessão extraordinária à noite. Os capitulares foram convidados a escutar a apresentação do documento preparado pela comissão pré-capitular sobre os direitos das crianças. Uma comissão está trabalhando em uma declaração capitular sobre o tema do abuso aos menores e isso indica que a defesa dos direitos das crianças é uma questão muito sentida dentro do Capítulo.

ANTERIOR

Nikolas Charikiopoulos...

PRÓXIMO

Voluntários internacionais maristas na Colô...