17 de abril de 2021 CUBA

Testemunho de Milton Daniel De Bedia Ibarra, ex-aluno marista do colégio de Camagüey

“As raízes maristas e a devoção a Maria são muito fortes”, diz Milton Daniel, ex-aluno marista do Colégio de Mamagüey, em Cuba, da última turma que teve este colégio, em 1959/60. “Aqueles de nós que estiveram na escola há vários anos, isso permanece ali para sempre”, acrescenta.

Este testemunho foi recolhido por Rosa Schiaffino (Província Mediterrânea), membro do projeto Lavalla200>. Depois de dois anos na comunidade de Siracusa, Rosa foi designada para Holguín. Na sua viagem para a nova comunidade, junto com o Ir. Luis Sanz (Santa Maria de los Andes), passou várias semanas na capital cubana, preparando os documentos necessários para sua estada na ilha: “Estou descobrindo a gentileza e a abertura do povo cubano, e eu amo isso!” Durante este tempo, Rosa e o Ir. Luis conheceram a Milton De Bedia.

Com uma memória invejável e um carinho que enche de emoção, Milton narrou, com muitos detalhes, como era a vida naquela escola que frequentou, com outros 600 alunos e um bom número de Irmãos Maristas.

No vídeo abaixo está a homenagem feita por Rosa e Ir. Luis a Milton aos ex-alunos maristas de Cuba e aos irmãos que estiveram lá e que ainda estão presentes na lembrança dos que com eles se formaram.

ANTERIOR

Andrea Rossi, novo diretor da FMSI...

PRÓXIMO

18 de abril: Aniversário da canonização de...